Conheça nossos planos de saúde

Como escolher um plano de saúde? Confira 13 dicas valiosas

Escolher o melhor plano de saúde não tem segredo se você seguir esse passo a passo.

Time Alice
| Atualizado em
11 min. de leitura
Mulher sentada no sofá com um notebook no colo e expressão de dúvida

Mulher sentada no sofá com um notebook no colo e expressão de dúvida

Tamanho do texto

O melhor plano de saúde é o que se adequa bem às suas necessidades. Mas como encontrá-lo? 

Pesquisar e comparar as opções do mercado e refletir sobre o que é melhor para você ajudam a obter o melhor custo-benefício. Dá só uma olhada nestas dicas e veja como escolher um plano de saúde.

Como funciona um plano de saúde

O plano de saúde é, resumidamente, um serviço que oferece assistência de saúde em troca de um pagamento. Ele deve seguir as regras da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), órgão que fiscaliza e regula o setor.

1) Escolha o tipo de contratação do plano de saúde

Entenda as diferentes modalidades de planos de saúde e os requisitos e as particularidades de cada uma.

Plano de saúde individual

Qualquer pessoa com CPF pode contratar um; basta procurar uma operadora que ofereça essa categoria. A cobrança é feita diretamente ao consumidor e o contrato só é encerrado em casos de fraude ou falta de pagamento. O reajuste é anual e limitado pela ANS.

Plano de saúde por adesão

Nesse caso, é preciso ter vínculo com alguma associação profissional ou sindicato — e é essa instituição que contratará o plano. A cobrança é feita diretamente ao consumidor por meio do CNPJ ou alguma administradora de benefícios. O reajuste é calculado com base na livre negociação entre as operadoras e associações, sem regulamentação da ANS.

Plano de saúde empresarial

Esse modelo exige vínculo com alguma empresa (pessoa jurídica). Ou seja, é preciso ter um emprego que ofereça o benefício ou ter um CNPJ próprio. A duração depende do contrato entre empresa e operadora — e no caso das pessoas empregadas, do contrato com a companhia em que trabalha. 

A cobrança é feita diretamente ao consumidor pela empresa ou por alguma administradora de benefícios. Já os reajustes são calculados também com base na livre negociação entre operadoras e empresas.

2) Avalie a rede credenciada e outros serviços médicos oferecidos

Enquanto ter uma lista (impressa ou virtual) cheia de profissionais e hospitais é fundamental para algumas pessoas, outras se preocupam menos com números e mais com a qualidade. 

E existem alguns quesitos que podem ser observados e permitem avaliar a qualidade de profissionais de saúde, dos hospitais e dos laboratórios de um plano, como atendimento, reconhecimento do setor, tecnologia oferecida, abrangência geográfica e hotelaria.

Outra coisa importante à qual ficar atento é o modelo de cuidado do serviço de saúde. Será que o plano se preocupa com prevenção ou é para ser usado apenas na hora do aperto? 

3) Entenda se você precisa de abrangência nacional ou regional

Um plano de saúde pode ter cobertura nacional, estadual ou municipal.

Como funciona a cobertura geográfica na Alice?

A Alice sabe que há empresas com funcionários concentrados em uma única cidade ou região, enquanto outras têm colaboradores espalhados pelo Brasil. E cada um merece o melhor cuidado com a saúde!

É por isso que o nosso Time de Saúde, formado por médicos e enfermeiros capacitados para qualquer questão de saúde, está online 24 horas por dia, 7 dias na semana, via o app da Alice. 

Com esse Time, em 83% dos casos as queixas são resolvidas de qualquer canto do país. E se for urgência ou emergência? Sem problemas, 6 a cada 10 atendimentos desse tipo são resolvidos via app da Alice.

Mas, além do nosso super Time de Saúde, também contamos com cobertura nacional para hospitais, laboratórios e médicos especialistas. 

Quer entender qual é o melhor plano da Alice para a sua empresa e seus colaboradores? Faça uma cotação.

4) Analise a cobertura do plano

Outro tipo de cobertura é a assistencial, que diz respeito aos procedimentos aos quais os clientes do plano de saúde têm acesso, como consultas, exames e afins. 

Esses são os tipos de coberturas disponíveis, de acordo com a ANS:

  • Ambulatorial: cobre apenas consultas, exames e terapias;
  • Hospitalar sem obstetrícia: só para internações (que também inclui cirurgias, UTI e outros procedimentos que pedem internação), sem cobertura para parto;
  • Hospitalar com obstetrícia: só para internações, mas com cobertura para parto;
  • Ambulatorial + hospitalar sem obstetrícia: cobre consultas, exames e terapias e internações, mas não parto;
  • Ambulatorial + hospitalar sem obstetrícia: cobre consultas, exames e terapias, internações e parto;
  • Referência: além de cobrir consultas, exames, terapias, internações e parto, pode incluir cobertura para outros serviços não obrigatórios, como terapia ocupacional, fisioterapia e psicologia. A acomodação é na enfermaria, e o cliente tem cobertura total após 24 horas da adesão ao plano, ao contrário dos outros, que podem ter períodos de carência mais longos {falamos mais sobre esse assunto a seguir}.

A ANS determina o que as operadoras precisam cobrir por meio do rol de procedimentos obrigatórios

5) Considere a coparticipação

A coparticipação é cobrada quando o membro de um plano de saúde paga um valor além da mensalidade por algum serviço da operadora. Esse valor pode variar de um percentual do procedimento até um valor fixo estabelecido no contrato.

Essa é a forma que as operadoras de saúde encontraram para garantir um uso mais consciente dos serviços, com a contrapartida de um preço mais baixo.

Ah, a existência da coparticipação deve estar muito bem explicada no contrato, ok?

Plano de saúde com coparticipação vale a pena?

Sim, pode valer muito a pena. Só é preciso entender bem as condições em que essa coparticipação é cobrada e se você teria condições de pagar por ela caso fosse preciso. 

Como funciona a coparticipação na Alice?

A Alice oferece planos de saúde com e sem coparticipação. Para entender qual é a melhor opção para a sua empresa, faça uma cotação com a gente

Sabe qual é a melhor parte? A coparticipação não é cobrada nos atendimentos de Atenção Primária, que é a espinha dorsal do cuidado da Alice. 

Toda vez que o funcionário precisar acionar o Alice Agora via app, não há cobrança extra. E, em 83% dos casos, as queixas de saúde são resolvidas sem ninguém precisar sair de casa, com a ajuda do Time de Saúde {outra boa notícia!}.

Vale lembrar que o nosso Time de Saúde é formado por médicos e enfermeiros, disponíveis 24 horas por dia e 7 dias na semana, capacitados para atender qualquer demanda, mesmo urgência ou emergência. Inclusive, 6 a cada 10 atendimentos desse tipo são resolvidos via app da Alice!

6) Pense nas acomodações

Existem dois tipos de acomodações em hospitais:

  • Enfermaria;
  • Apartamento. 

A principal diferença entre elas é que na enfermaria (também conhecida como acomodação coletiva) você divide o espaço com uma ou duas pessoas, dependendo do caso. 

Já no apartamento, ou acomodação individual, o espaço é para uso exclusivo de um membro. 

7) Verifique a carência do plano de saúde

Carência é aquele período em que você precisa esperar para poder fazer alguns procedimentos após contratar um plano de saúde. Esse é mais um item que deve estar claro no contrato. 

O tempo máximo de carência é determinado pela ANS. De acordo com o órgão, empresas com 30 ou mais funcionários não têm carência, agravo ou CPT (cobertura parcial temporária, válida para doenças preexistentes), desde que o beneficiário seja incluído em até 30 dias após a celebração do contrato ou em até 30 dias após sua admissão na empresa contratante. 

Já para empresas com 29 colaboradores ou menos, há carência, e a operadora pode exigir o cumprimento do período, segundo a ANS.

8) Entenda como é a portabilidade do plano

Portabilidade é a contratação de um plano de saúde novo em substituição ao atual sem precisar cumprir de novo os períodos de carência e de cobertura parcial temporária para doenças ou lesões preexistentes.

É como se você trocasse o chip do seu celular de uma operadora para outra.

A pessoa que faz a portabilidade já pode aproveitar as coberturas e serviços do novo plano que escolheu, mas o convênio novo deve estar na mesma faixa de preço do anterior.

9) Preste atenção na taxa de adesão para contratação

É um valor que é pago uma única vez ao profissional que fez a intermediação entre você e a operadora ou administradora do plano de saúde — e, por isso, também é conhecido como taxa de corretagem e taxa de angariação. 

Mas, atenção: nenhum plano de saúde pode cobrar taxa de adesão. Só quem pode cobrá-la é o profissional que faz o serviço de intermediação entre clientes e a operadora. Pela natureza do serviço, geralmente é um corretor de seguros.  

10) Facilidade na contratação e atendimento

Cada operadora e tipo de plano de saúde têm suas próprias formas de fechar negócio com seus clientes. No geral, é preciso entrar em contato com um corretor, que fará a intermediação.

Nos planos de saúde por adesão, é preciso se associar a alguma entidade de classe — o que representa um passo a mais e muita gente acha complicado. 

Já o contato com a operadora precisa ser fácil mesmo depois da contratação. Imagine ter algum problema para resolver e não conseguir atendimento? 

Por isso, antes de contratar, pesquise como entrar em contato com a empresa — por exemplo, confira se existe um número de WhatsApp ou um chat e se o atendimento por essas vias é satisfatório. 

Na Alice, é só fazer a simulação do plano de saúde que a gente entra em contato. Em pouco tempo, você já estará sendo cuidado pelo Time de Saúde. E o contato é feito pelo Alice Agora, com resposta em até 35 segundos durante o dia. 

11) Entenda como funciona o reajuste do plano

Como você já viu, a forma que o reajuste acontece depende da modalidade do plano de saúde. No caso dos individuais ou para famílias, os tipos de reajuste mais conhecidos são os anuais e os que acontecem quando uma pessoa passa de uma faixa etária para outra.

No caso do reajuste anual, a ANS determina um teto, que é divulgado ano a ano. Em maio de 2022, por exemplo, o reajuste previsto para o período até abril de 2023 é de até 15,5%. Com a decisão da ANS, as operadoras de saúde podem aplicar o reajuste a partir da data de aniversário do contrato {no mês de contratação do plano}.  

Como esse é o limite máximo, as operadoras não precisam, necessariamente, usar todo o percentual de reajuste — e na Alice o reajuste ficou abaixo do teto, sabia?

12) Avalie a reputação da operadora

Ative o Sherlock Holmes que vive em você e investigue o que andam dizendo do plano de saúde por aí. Vale dar um Google, checar os comentários nas redes sociais e avaliações em sites como o Reclame Aqui.

Aproveite o modo investigativo e pergunte para familiares, amigos, colegas de trabalho e conhecidos o que eles acham do plano de saúde que contrataram. Nada como um review sincerão para ajudar na escolha.

13) Atenção ao ler e assinar o contrato do plano de saúde

Se o momento de assinar a papelada do convênio pede que você pegue um dicionário {para entender o juridiquês} e uma lupa {para as letras miúdas}, tenha atenção redobrada. 

Antes de assinar, pergunte-se: fiquei com alguma dúvida? Algum ponto ainda está nebuloso? As informações estão bem explicadas? 

É normal que dúvidas surjam, e um bom plano de saúde terá uma equipe dedicada a tirá-las da forma mais transparente e simples. 

Quer uma ajuda? Elencamos os principais termos usados por planos de saúde aqui, dê uma olhada.

Alice tem o plano de saúde certo para a sua empresa

A Alice é um plano de saúde com um Time de Saúde que está preparado para ajudar seus colaboradores a resolverem qualquer queixa de saúde, com atendimento feito por médicos e enfermeiros 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Nossa cobertura é nacional, com uma rede credenciada de excelência, incluindo os melhores hospitais e laboratórios, e especialistas escolhidos a dedo.

E olha só que prático: todas as informações que os nossos membros precisam para cuidar da sua saúde estão no app: encaminhamento e agendamento de consultas e exames, receitas, resultados integrados, histórico… A nossa coordenação de cuidado amarra todas essas pontas para que a gente acompanhe a jornada de cada pessoa e possa oferecer o melhor cuidado, de forma eficiente e resolutiva.

O resultado são colaboradores mais saudáveis e que amam a experiência de ter Alice.

Tudo isso com uma experiência incrível para o RH, com contratação rápida, sem burocracia, e com controle de custo.

Bora oferecer mais saúde para a sua equipe?

O que achou desse artigo?

Nenhuma avaliação

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas

Ao navegar neste site, você está de acordo com a nossa Política de Privacidade

Quanto custa o plano de saúde Alice?

Faça uma cotação para a sua empresa

Plano de saúde empresarial da Alice

Os melhores hospitais, laboratórios e atendimento 24 horas pelo app para cuidar dos seus colaboradores.

Ver planos