Conheça nossos planos de saúde

Spirulina: entenda o que é e se ela traz benefícios

Spirulina é rica em antioxidantes e nutrientes, mas benefícios podem ser superdimensionados; veja o que dizem os estudos.

Time Alice
| Atualizado em
4 min. de leitura
Spirulina

Spirulina

Tamanho do texto

Faz séculos que a spirulina é cultivada para consumo na América, especialmente pelos astecas, e também na África, mas foi a Nasa que deu visibilidade à spirulina, ao usar esse tipo de alga como suplemento para astronautas em viagens especiais.

Por concentrar muitos nutrientes e antioxidantes, ela vem sendo difundida como um alimento completo e vendida como suplemento em lojas e na internet.

Mas é preciso ter atenção: alguns dos benefícios associados à spirulina ainda carecem de comprovação científica, como vamos explicar.

O que é spirulina?

Spirulina é uma alga verde-azulada, que cresce tanto em água salgada quanto em água doce, sendo classificada como um tipo de cianobactéria.

Ela contém diversos nutrientes, incluindo proteínas, vitaminas (E, K e do complexo B), minerais (ferro, cálcio, magnésio, selênio, zinco e potássio), ômega-3 e clorofila.

Com tanta coisa boa na composição, parece ser um ótimo suplemento, certo? Mas talvez a palavra mais próxima seja complemento.

“São considerados suplementos alimentares os produtos que suprem uma necessidade ou carência nutricional. A spirulina é uma cianobactéria que apresenta nutrientes e antioxidantes, porém sem uma quantidade importante dos mesmos”, destaca a nutricionista Rafaela Schmidt, da Alice.

No caso de certas vitaminas ou minerais, isso quer dizer que nem sempre a quantidade contida é suficiente para que seja considerada uma fonte nutricional.

Outra questão é que a absorção de alguns de seus compostos pelo organismo humano pode ser inviável. É o caso da vitamina B12.

“Alguns alimentos são muitas vezes citados como fontes de B12, mas os estudos demonstram que nem todos contêm a vitamina ativa. Isto é, a forma de apresentação dessa vitamina B 12 não tem um papel ativo no nosso organismo.”

Então a spirulina não traz benefício à saúde? Há efeitos positivos, mas é importante tomar cuidado com um certo superdimensionamento dos potenciais dessa alga, cuja ingestão não substitui a suplementação correta no tratamento ou prevenção de algumas condições de saúde, como a anemia.

“Por conter ferro em sua composição, muitas pessoas acham que a spirulina será suficiente para a prevenção do quadro de anemia, mas a quantidade desse mineral é muito baixa para a considerarmos como uma fonte de ferro”, alerta a nutri.

Benefícios da spirulina em estudo científicos

Por ser rica em antioxidantes, acredita-se que a spirulina possa ajudar a proteger as células de danos oxidativos. O principal componente ativo nesse processo seria a ficocianina, também responsável pela cor verde-azulada da alga.

Alguns estudos apontam que essa substância consegue combater radicais livres e bloquear a produção de moléculas que promovem inflamação. Uma pesquisa feita com ratos sugere que isso se reflete principalmente na imunidade.

A diminuição da pressão arterial é outro efeito positivo em estudo. A redução é associada a um aumento na produção de óxido nítrico, uma molécula que ajuda os vasos sanguíneos a relaxar e a dilatar.

E com uma melhor circulação sanguínea, o cérebro também se beneficiaria. “Temos alguns estudos que comprovam o benefício do uso da spirulina na melhora da atenção e da memória após as refeições. E isso se dá pelo controle maior de açúcar e insulina pós-prandial (medida duas horas depois da refeição)”, assinala a nutricionista Rafaela Schmidt.

Spirulina emagrece?

A spirulina apresenta grande quantidade de proteína {o dobro do carboidrato que possui}. Para se ter uma ideia, uma colher de sopa do produto em pó (7g) pode conter 4g de proteína e 2g de carboidrato, além de cerca de 20 calorias.

Esses dados poderiam sinalizar que ela ajuda a emagrecer? Não! Tampouco dá para afirmar que favoreçam o ganho muscular.

“O que os estudos nos mostram é que, comparada com outras algas, a spirulina contém cerca de 60% de proteína e aminoácidos em sua composição. Mas, para evoluirmos em ganho de massa magra, a dose diária é irrelevante, olhando para a dieta como um todo.”

A dose diária de spirulina recomendada nos rótulos varia de 1 g a 3 g, embora doses de até 10 g por dia tenham sido usadas em estudos sem efeitos adversos.

Essa quantidade não faz muita diferença se o objetivo é nutrir o corpo ou emagrecer. Para se atingir os mesmos objetivos, as proteínas, vitaminas e minerais contidos na spirulina podem ser consumidos dentro de uma alimentação equilibrada!

Alice tem o plano de saúde certo para a sua empresa

A Alice é um plano de saúde com um Time de Saúde que está preparado para ajudar seus colaboradores a resolverem qualquer queixa de saúde, com atendimento feito por médicos e enfermeiros 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Nossa cobertura é nacional, com uma rede credenciada de excelência, incluindo os melhores hospitais e laboratórios, e especialistas escolhidos a dedo.

E olha só que prático: todas as informações que os nossos membros precisam para cuidar da sua saúde estão no app: encaminhamento e agendamento de consultas e exames, receitas, resultados integrados, histórico… A nossa coordenação de cuidado amarra todas essas pontas para que a gente acompanhe a jornada de cada pessoa e possa oferecer o melhor cuidado, de forma eficiente e resolutiva.

O resultado são colaboradores mais saudáveis e que amam a experiência de ter Alice.

Tudo isso com uma experiência incrível para o RH, com contratação rápida, sem burocracia, e com controle de custo.

Bora oferecer mais saúde para a sua equipe?

O que achou desse artigo?

Média: 4,00 / 4 votos

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas

Ao navegar neste site, você está de acordo com a nossa Política de Privacidade

Quanto custa o plano de saúde Alice?

Faça uma cotação para a sua empresa

Plano de saúde empresarial da Alice

Os melhores hospitais, laboratórios e atendimento 24 horas pelo app para cuidar dos seus colaboradores.

Ver planos