Conheça nossos planos de saúde

Home office: 5 dicas para manter a saúde e bem-estar no trabalho

A saúde e bem-estar no trabalho remoto são indispensáveis para manter uma boa  performance e produtividade.

Time Alice
| Atualizado em
11 min. de leitura
Home office: 5 dicas para manter a saúde e bem-estar no trabalho

Home office: 5 dicas para manter a saúde e bem-estar no trabalho

Tamanho do texto

A pandemia trouxe a realidade do home office para muitas empresas. Depois de um tempo, notamos que o modelo não é nem o paraíso e nem um bicho de sete cabeças – é só uma maneira diferente de trabalhar. E, assim como no presencial, é essencial prestar atenção na saúde e bem-estar no trabalho remoto.

Então, conta pra gente, quem aí também entrou para o time de 1001 funções durante o home office? Pois é, esse modelo traz inúmeros benefícios, mas os colaboradores também têm de  equilibrar 1.000 pratinhos pra manter o equilíbrio entre a rotina profissional, pessoal e a saúde. 

Se este é um desafio no seu time, vem que a gente te ajuda a tornar a sua equipe mais saudável no home office.

>> [Report] Os modelos de trabalho adotados por empresas inovadoras

1. Incentive seu time a montar uma rotina 

Quando trabalhamos presencialmente, temos uma rotina mais estruturada, certo? Acordamos em um determinado horário, nos vestimos, vamos até o escritório, além de várias outras atividades que fazem parte do ritual de virar a chavinha do “modo casa” para o “modo trabalho”. 

E essa rotina é muito importante para conseguirmos focar nas tarefas profissionais de uma maneira satisfatória. Por isso, é importante lembrar seus funcionários que, em casa, adaptar a rotina não significa não ter rotina. 

“Um dos pontos mais importantes a ser lembrado no home office é que ele é um momento de trabalho. Assim, da mesma forma que no escritório, é necessário criar uma rotina para o trabalho remoto e aderí-la com regularidade. Uma maneira bacana de fazer isso é começar seu dia com algum ritual que sinalize o início das suas atividades profissionais. Antes enfrentávamos o trânsito para chegar até o escritório, agora podemos ter o hábito de tomar uma caneca de café ou realizar alguns alongamentos antes do expediente. Da mesma forma, podemos marcar o final do dia de trabalho com um passeio com o pet ou uma volta na quadra”, explica Luís Antônio Filho, médico de família da Alice {ótimas dicas para repassar para a galera, heim}.

>>  Como criar uma boa estratégia de comunicação interna

Portanto, que tal aproveitar a flexibilidade de horário que o trabalho remoto possibilita e incentivar que o time incorpore alguns hábitos simples que vão tornar o home office mais produtivo? Esses passos vão ajudar no bem estar dos colaboradores, além de auxiliá-los a aumentar o foco enquanto trabalham em casa.  

Algumas atitudes que ajudam muito na saúde e bem-estar no trabalho remoto são tão simples quanto trocar de roupa toda manhã, ou seja, não trabalhar de pijama {aliás, essa dica é supervaliosa!}. 

Outro ponto importante é estimular seu time a se desligar do trabalho quando chegar o momento. Ao trabalhar de casa, eles podem se sentir tentados a dar aquela olhadinha no e-mail antes de dormir ou então responder uma mensagem já tarde da noite. 

“Devemos nos atentar aos horários que dedicamos ao trabalho e respeitar os limites do nosso corpo. Também precisamos ficar atentos a possíveis dores, cansaços excessivos, dificuldades visuais e outros sintomas que podem surgir quando cumprimos um horário de trabalho de 8 a 12 horas diárias sentado diante de uma tela.”  

Luís Antônio Filho, médico de família da Alice.

>> Como engajar sua equipe no home office?

Quando você trabalha em casa, se desligar não é tão fácil quanto sair da mesa do escritório, do prédio e ficar longe do computador e arquivos. Lembre-se que o fato de os funcionários terem acesso ao trabalho constantemente não significa que eles têm de trabalhar a todo o tempo. 

Sugira uma “desintoxicação digital” (um período de tempo para se abster do uso de dispositivos digitais) para o seu time. Reforce sempre a importância de adotar uma rotina que relaxe a mente e o corpo para se preparar para uma noite inteira de sono {parte fundamental da saúde}. 

No final do dia, o estímulo ao equilíbrio entre trabalho e lazer leva em direção a uma melhora do clima organizacional e da performance dos colaboradores.

GESTÃO DE PESSOAS E LIDERANÇA banner

2. Diga que o horário de almoço e a pausa ativa são sagrados para o bem-estar dos colaboradores

Ok, que atire a primeira pedra quem nunca esqueceu o horário do almoço e acabou comendo na frente da tela do computador enquanto acompanhava uma reunião. Ou então só percebeu no final do dia que não tinha sequer tomado água ou levantado para ir ao banheiro. 

Uma dica legal é estipular horários com o alarme do celular e mandar lembretes descontraídos para sua equipe reforçando que mais vale uma pedra no caminho do que duas no rim {bebam água, galerinha!}.  

>> Conheça 7 dicas para beber mais água por dia

E não é por que o colaborador está em casa que o RH não tem nada a ver com a alimentação do time. Comer mal pode prejudicar a saúde e impactar não apenas no aumento de gordura corporal mas também nos níveis de energia e disposição durante o dia. Ou seja, ter uma alimentação balanceada, rica em nutrientes e vitaminas pode melhorar a saúde e bem-estar no trabalho. 

“Lembre-se de respeitar os horários das pausas – nada de aproveitar para checar e-mails ou responder ao Slack! Break time é sagrado”, alerta o médico da Alice. 

>> Como a alimentação pode influenciar a saúde mental do time

Ah, e o almoço não deve ser o seu único momento de intervalo durante. As pausas ativas são essenciais para tornar o home office produtivo.

“Não esqueça de se mover! Mesmo se for andando de um cômodo ao outro. A pausa ativa é muito importante para manter o foco e o bem-estar. Portanto, ande, fique na ponta dos pés ao falar ao telefone, gire o quadril algumas vezes enquanto estiver sentado ao computador, alongue os braços e o pescoço quando for entrar em uma reunião. Qualquer movimento ajuda”, orienta Luís. 

>> Benefícios da pausa ativa no trabalho

3. Ensine como focar no trabalho

Nem todas as pessoas se sentem produtivas trabalhando de casa. Desta maneira, é importante que as lideranças ofereçam a seus colaboradores dicas e orientações sobre como focar no trabalho remoto. 

Neste cenário, estimular a gestão de tempo pode ser uma valiosa aliada. Isso porque a desorganização, a procrastinação e os ladrões de tempo (como as notificações) são os maiores responsáveis pela queda da produtividade. 

Outro vilão é a sobrecarga de trabalho e a incapacidade de dizer “não” mesmo no limite, o que gera maior cansaço e abre as portas para transtornos como o burnout.

Portanto, se organize e ajude seus funcionários a definir os seguintes tópicos: 

>> Como formar uma equipe de alta performance? Passo a passo

Priorizar

Algumas tarefas são claramente importantes e urgentes – essas devem ser executadas no menor tempo possível. Mas, para aquelas pequenas que vão se acumulando ao longo do dia, estimule sua equipe a fazer três perguntas:

  • Só eu posso fazer?
  • Vai demorar menos de dois minutos?
  • Será mais fácil fazer depois?

Se só você pode fazer, rapidamente e não será mais fácil depois, então mão na massa! Agora, se esse não for o caso, considere pedir ajuda ou deixar a tarefa para um momento mais oportuno. 

Delegar

Se o seu colaborador não for a única pessoa que pode executar uma tarefa, verifique se é possível delegar para outra pessoa {trabalho em equipe nunca errou e se errou foi tentando acertar}. O diálogo nesses momentos é crucial para ninguém se sobrecarregar.

Comunicar 

Ao trabalhar de forma remota, é imprescindível manter o contato com a equipe e gestores, mantendo todos informados e alinhados sobre o andamento das tarefas.  

Mesmo trabalhando a distância, é preciso manter um canal de conversa com colegas e lideranças sobre o fluxo de trabalho, necessidades pessoais e também para trocar ideias. Afinal, o home office não é sinônimo de isolamento {comunicação assync chegou o seu momento de brilhar!}

4. Priorize a ergonomia no home office

Passamos a maior parte do nosso dia sentados, por isso, é muito difícil ter saúde sem ter uma boa ergonomia. 

Mas, o que diabos é isso? De modo geral, é a disciplina científica que aplica teorias, princípios, dados e métodos para otimizar a saúde e bem-estar no trabalho. E um dos principais campos de estudo desta disciplina é a nossa relação com as estações de trabalho. 

“Outro tema ao qual devemos ficar atentos é ter, se possível, um ambiente separado para o trabalho, que respeite a ergonomia do seu corpo com uma cadeira confortável, que suporte adequadamente a lombar e o dorso, além de uma mesa com altura adequada para sustentar os braços e as mãos”, explica Luís 

“Se não for uma medida realista, para pessoas que precisam trabalhar do sofá ou da cama, por exemplo, vale a pena usar travesseiros que suportem adequadamente a lombar, colocar uma almofada embaixo das coxas para diminuir a pressão na coluna e usar também uma bandeja que sustente o notebook. Mas se puder evitar trabalhar do sofá ou da cama, evite. É ainda melhor se você conseguir aproveitar um pouco de ar fresco e luz do sol de onde você está trabalhando – se não puder, tente incluir algumas pausas durante o dia para fazê-lo.” 

A importância de se ter uma boa estação de trabalho no home office foi evidenciada por uma pesquisa realizada pela FGV (Fundação Getulio Vargas), em parceria com o Institute of Employment Studies do Reino Unido, que apontou que 56% das pessoas entrevistadas sentiam dor nas costas durante o trabalho remoto, 55% sentiam no pescoço e 50%, nos ombros. 

Ainda de acordo com o levantamento, 84% dos participantes disseram não ter recebido nenhuma assistência de seus empregadores em relação às suas condições de saúde e segurança durante o home office. 

>> Cuidar da saúde dos colaboradores tira o sono do RH? Aqui é o oposto

“As empresas podem ajudar fornecendo e reforçando o uso de equipamento de escritório ergonômico (cadeiras e monitores, por exemplo) e recomendando medidas saudáveis para construir um ambiente de home office, como luminosidade adequada, auxiliar na construção de uma rotina que se adeque ao estilo de vida do funcionário, estimular a cultura do break time e pregar por um ambiente de trabalho que respeite horários e limitações.”  

Luís Antônio Filho, médico de família da Alice.

5. Estude a flexibilidade de horário para melhorar a produtividade no home office

Sabemos que trabalhar de casa pode ser especialmente difícil para as mães. Por isso, é interessante estudar a possibilidade de se flexibilizar o horário para que os colaboradores consigam conciliar as atividades profissionais e pessoais da melhor forma. 

Se for possível, pode ser interessante estimular que os funcionários bloqueiem na agenda o horário que vão buscar os pequenos na escola ou então o período em que estão dando o almoço para os filhos, por exemplo 

Com a pandemia, as barreiras entre casa e trabalho se tornaram mais cinzentas e essa flexibilidade e compreensão por parte das empresas são boas práticas que ajudam a evitar o esgotamento da equipe. Principalmente das mulheres, que muitas vezes trabalham em jornadas duplas e triplas entre trabalhos domésticos e atividades profissionais. 

>> RH humanizado: por que ser mais humano e menos recursos

Este cuidado pode até ter impactos nos resultados da empresa {até porque não existe produtividade sem saúde}. 

“Você não consegue ser produtivo quando está com dor ou exausto. Por isso, ao manter hábitos saudáveis na rotina, o colaborador vai aproveitar todos os benefícios de poder trabalhar de casa sem sacrificar a produtividade ou a satisfação com o trabalho”, explica o médico de família. 

Alice tem o plano de saúde certo para a sua empresa!

A Alice é um plano de saúde com um Time de Saúde que está preparado para ajudar seus colaboradores a resolverem qualquer queixa de saúde, com atendimento feito por médicos e enfermeiros 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Nossa cobertura é nacional, com uma rede credenciada de excelência, incluindo os melhores hospitais e laboratórios, e especialistas escolhidos a dedo.

E olha só que prático: todas as informações que os nossos membros precisam para cuidar da sua saúde estão no app: encaminhamento e agendamento de consultas e exames, receitas, resultados integrados, histórico… A nossa coordenação de cuidado amarra todas essas pontas para que a gente acompanhe a jornada de cada pessoa e possa oferecer o melhor cuidado, de forma eficiente e resolutiva.

O resultado são colaboradores mais saudáveis e que amam a experiência de ter Alice.

Tudo isso com uma experiência incrível para o RH, com contratação rápida, sem burocracia, e com controle de custo.

Bora oferecer mais saúde para a sua equipe?

O que achou desse artigo?

Média: 1,00 / 1 votos

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas

Ao navegar neste site, você está de acordo com a nossa Política de Privacidade

Quanto custa o plano de saúde Alice?

Faça uma cotação para a sua empresa

Plano de saúde empresarial da Alice

Os melhores hospitais, laboratórios e atendimento 24 horas pelo app para cuidar dos seus colaboradores.

Ver planos